Sobre a Revista

SOBRE A REVISTA:

A Revista Brazilian Journal of Policy and Development (BRJPD) – ISSN: 2675-102X é um veículo de divulgação científica que surgiu para dar visibilidade à pesquisas científicas produzidos em todos os níveis (graduação, mestrado e doutorado) e de pesquisadores em todos os níveis de carreira, buscando contribuir com a geração e disseminação de evidências científicas para informar as políticas públicas e contribuir com o desenvolvimento do País.

 

Devido a seu escopo multidisciplinar, e as características próprias da sua idealização,  a revista não tem vínculo institucional com instituições de pesquisa ou programa de pós- graduação. É fruto do trabalho voluntário do editor-chefe e demais membros conselheiros, e dos avaliadores externos que colaboram com o sistema de revisão por pares.

 

A revistas traz algumas inovações no processo editorial, como a adesão ao YPYW (your paper your way) , não exigindo normas de formatação estritas (como número de páginas, palavras, e estilo único de formatação de referências bibliográficas – todos os estilos são aceitos desde que estejam corretos).

 

Publica-se artigos já apresentados em congressos, bem como resumos expandidos. A revista também encoraja a iniciação na ciência, aceitando artigos de alunos de graduação, bem como uma variedade de outros manuscritos descritos nas políticas de seções.

 

A BRJPD nasceu não apenas para difundir a pesquisa científica,  mas também trazer inovação para o processo de divulgação científica, beneficiando os autores e trazendo maior agilidade tão essencial para os dias atuais.

A meta da revista é que tempo máximo entre a submissão do artigo, avaliação e decisão final seja de 40 dias.

 

 

MISSÃO

Servir de espaço alternativo à publicação de pesquisas científicas elaboradas por pesquisadores dedicados ao estudo e a reflexão de temas emergentes em várias áreas do conhecimento contribuindo para a geração de políticas públicas com base em evidências e impactando o desenvolvimento do País.

No âmbito acadêmico, a revista visa servir como um repositório de pesquisas robustas e influenciar a produção acadêmica, de forma a aproximar pesquisadores, temas de pesquisas e metodologias utilizadas, fortalecendo a pesquisa científica brasileira e divulgando-a internacionalmente.

No âmbito social, a revista objetiva servir como um meio de empoderar cidadãos de forma que possam influenciar e intervir no processo decisório governamental nas suas diversas esferas, produzindo novas propostas para a elaboração de políticas públicas, efetivação de controle social e suporte à advocacia de ideias.

OBJETIVOS:

 

(i) divulgar resultados de pesquisas nas grandes áreas de ciências humanas e sociais que impactem direta ou indiretamente a formulação de políticas públicas e as questões de desenvolvimento no Brasil;

 

(ii) divulgar resultados de pesquisas de iniciação científica e trabalhos de conclusão de curso de graduação (monografias ou TCCS) fomentando o interesse de jovens pesquisadores pela ciência e a comunicação científica;

 

 (iii) tornar-se um espaço democrático à publicação de outras comunicações científicas: relatos de experiências e de pesquisa  e resenhas de livros importantes no campo das duas áreas principais da revista.

 

(iv) publicar artigos de pesquisadores brasileiros e internacionais em inglês, português e espanhol, a fim de aproximar os pesquisadores e fomentar um debate em torno dos resultados encontrados e das metodologias utilizadas nos campos de estudos.

 

(v) Explorar as oportunidades oferecidas pela publicação online (por exemplo, tornar mais flexíveis os limites desnecessários do número de palavras, figuras e referências em artigos), conforme recomendação da Declaração de São Francisco sobre Avaliação da Pesquisa (DORA), da qual a BRJPD é signatária. Para saber mais sobre, acesse o link: https://sfdora.org/read/pt-br/

 

(vi) A adesão ao YPYW (your paper your way) , não exigindo normas de formatação estritas (como número de páginas, palavras, e estilo único de formatação de referências bibliográficas – todos os estilos são aceitos desde que estejam corretos).

 

FOCO E ESCOPO DA REVISTA

A revista Brazilian Journal of Policy and Development (BRJPD) publica manuscritos cobrindo uma grande variedade de tópicos em ciências sociais, humanas de forma que as contribuições possam colaborar para a geração de evidências científicas que impactem as políticas públicas nas mais variadas áreas de desenvolvimento . A revista publicará artigos em inglês, português e espanhol.

O objetivo da revista é simplificar o máximo possível o processo de publicação, conferindo agilidade para a comunicação da ciência, conforme os princípios editoriais da Declaração de São Francisco.

O foco da revista abrange artigos de pesquisa teóricos, empíricos, relatos  de experiência, resumos expandidos, resenhas de livros, pesquisa de graduação (iniciação científica ou artigos provenientes de TCC – trabalhos de conclusão de curso) nas áreas do conhecimentos abrangidas pela revista.

 

A revista aceita trabalhos já apresentados em Eventos e/ou publicados em sites de eventos.

 

ÁREAS DO CONHECIMENTO: áreas das Humanas (Antropologia, Arqueologia, Ciência Política e Relações Internacionais, Ciências da Religião e Teologia, Educação, Filosofia, Geografia, História, Psicologia, Sociologia, Artes, Linguística e Literatura), Ciências Sociais Aplicadas (Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis,  Turismo, Arquitetura, Urbanismo e Design, Comunicação e informação, Direito, Economia, Planejamento Urbano e  Regional, Demografia, Serviço Social).

Público: Cientistas, pesquisadores, alunos de graduação, mestrado, doutorado e pós-graduados, professores universitários, e profissionais ligados a gestão de políticas públicas.

SEÇÕES

 

**********  ARTIGOS DE TODAS AS SEÇÕES PASSARÃO PELO PROCESSO DE AVALIAÇÃO PELOS PARES.

A revista conta com 8 seção que abarcam os mais variados tipos de manuscritos. Sendo 5 seções de trabalhos científicos e 3 seções de trabalhos não-científicos conforme abaixo. A democratização de formatos de trabalhos está em consonância com o objetivo (iii) da revista.

Seções de trabalhos científicos:

  • Seção com dossiê temático – quando houver definição do editor e conselho editorial;
  • Seção com artigos livres – fluxo contínuo; compreende artigos empíricos e ensaios. São considerados ensaios os artigos de revisão de literatura (resultados parciais de teses, dissertações, ou TCCs) ; e os ensaios teóricos – artigos teóricos que trazem algum avanço na teoria/ou metodológico em determinada área – fluxo contínuo;
  • Seção de iniciação científica – Compreende trabalhos fruto de TCCs de graduação e/ou de trabalhos de iniciação científica – fluxo contínuo
  • Seção de resumos expandidos – compreende resumos expandidos que já foram apresentados em algum evento – fluxo contínuo;

Seções de trabalhos não-científicos trazendo avanços ao conhecimento são:

  • Seção de entrevista – fluxo contínuo;
  • Seção com relato de experiência – compreende por exemplo, relatos de casos práticos de políticas públicas – fluxo contínuo;
  • Resenhas – resenha de livros internacionais pertinentes a área de estudo – fluxo contínuo; SERÃO ACEITAS SOMENTE RESENHAS DE LIVROS PUBLICADOS NOS ÚLTIMOS 3 ANOS.

 

MANUSCRITOS APRESENTADOS EM EVENTOS CIENTÍFICOS PODEM SER PUBLICADOS

Manuscritos apresentados em formato completo, ou em formato de resumos expandidos em eventos científicos podem ser submetidos à revista. A revista BRJPD está acompanhando as novas tendências editoriais em que não se considera como autoplágio a publicação de um artigo em anais de congresso e posteriormente em revista, mesmo que sem mudanças.

A revista entende que ao publicar um artigo que foi apresentado (ou mesmo publicado em anais de um congresso) na plataforma OJS da revista, com a atribuição de um numero DOI, e a indexação em bases de dados, estamos fortalecendo a divulgação científica, proporcionando possibilidades e gerando oportunidade de este artigo ser mais acessado, consequentemente mais lido e citado, aumentando assim o impacto da ciência.

 

 

PROCESSO DE REVISÃO POR PARES

Adota-se os seguintes procedimentos para avaliação do manuscrito:

Inicialmente, o manuscrito é avaliado quanto a relevância e a qualidade da escrita científica (ETAPA 1).

Após a aprovação inicial, os originais passam por um sistema de revisão dupla por pares (double-blind review) com revisores do conselho editorial ou convidados externos (ETAPA 2). A avaliação leva em consideração: ineditismo, originalidade; adequação ao escopo da revista; rigor na escrita científica; coesão e clareza na apresentação dos métodos, resultados e discussões; habilidade com a comunicação científica, e a qualidade textual;

Em caso de discordância entre os avaliadores o editor tomará decisões quando a negar, sugerir nova submissão, ou ainda, nova avaliação sem submissão.  

Após receber o arquivo com as correções a avaliação editorial final implicará, nas seguintes opções: a) aceite sem ou pequenas modificações; b) aceite condicionado às modificações sugeridas pelos avaliadores; c) nova submissão e, d) recusado (ETAPA 3).

Os autores poderão acompanhar as etapas por meio do login na plataforma da revista.

O editor-chefe pode enviar convites para artigos apresentados em Eventos de renome nacional e internacional visando selecionar artigos de qualidade para a divulgação.

A meta da revista é que tempo máximo entre a submissão do artigo, avaliação e decisão final seja de 40 dias.

 

POLÍTICA ANTI-PLÁGIO: Todos os artigos recebidos são previamente avaliados pelo conselho editorial. Se houver suspeita de plágio, o artigo é automaticamente recusado. Além disso, A BRJPD utiliza o software “Plagius - Detector de Plágio” após revisões finais antes do aceite definitivo à publicação. Link para o software: https://www.plagius.com/br

 

POLÍTICA DE ACESSO LIVRE


Esta revista oferece acesso livre e imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que fornecer conhecimento científico gratuito ao público proporcionando uma maior democratização global do conhecimento. Esta revista usa o Open Journal Systems 3.0, que é um software de gerenciamento e publicação de periódicos de código aberto desenvolvido, suportado e distribuído gratuitamente pelo Public Knowledge Project sob a licença GNU General Public License.

MANUTENÇÃO DA REVISTA

A revista é fruto do trabalho voluntário do editor-chefe e demais membros do conselho editorial. Como a revista não é vinculada a nenhuma universidade,  instituto de pesquisa, e/ou programa de pós-graduação, não recebe nenhum tipo de financiamento governamental para sua manutenção.

 

Frequência


A revista Brazilian Journal of Policy and Development (BRJPD) é uma revista científica online, quadrimestral, e adota um sistema de fluxo contínuo para submissão. 

 

Política de Direitos Autorais

 

Autores que publicam na BRJPD devem concordar com os seguintes termos:

  • Autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado soba Creative Commons Attribution License, permitindo o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.
  • Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar críticas e sugestões proveitosas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.
  • Autores reservam o direito da editoria desta revista de efetuar, nos trabalhos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a atender sua política editorial e a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores.
  • Os autores devem permitir que o Conselho editorial atribua um DOI aos seus artigos e arquive-os em bancos de dados e indexadores.
  • Autores assumem exclusiva responsabilidade pelas suas opiniões emitidas nos trabalhos publicados nesta revista.