UMA ABORDAGEM CONCEITUAL SOBRE A HISTÓRIA MILITAR E FRONTEIRAS: A GUERRA DO CHACO E A QUESTÃO LETÍCIA

  • Fabio da Silva Pereira Universidade Salgado de Oliveira
  • Edna da Costa Silva Universidade Salgado de Oliveira (Universo)
Palavras-chave: Guerra do Chaco, Questão Letícia, Fronteiras, História Militar

Resumo

O presente artigo tem como objetivos abordar as diferentes concepções de fronteira e seus desdobramentos políticos e militares nos séculos XX e XXI. A abordagem teórica, no entanto, remonta ao século XIX, onde obras literárias forneceram concepções sobre a história e a geopolítica que nortearam as decisões políticas dos governantes, sobretudo na primeira metade do século XX, onde a Guerra do Chaco e a Questão Letícia serão o nosso alvo da pesquisa. O artigo destaca ainda que, além dos conflitos em paralelo à fronteira brasileira, ocorriam tensões políticas estabelecidas entre o Brasil e seus vizinhos por conta da rivalidade tradicional e da disputa pelo controle do poder regional. A investigação, pautada nos argumentos teóricos atuais ajudou, também, a demonstrar que os militares brasileiros do período foram os principais responsáveis pela intervenção da região Norte e do Centro-Oeste brasileiro considerando, para este propósito, a ocupação territorial e o controle dos limites terrestres, para manutenção da soberania nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
29-06-2020
Como Citar
DA SILVA PEREIRA, F.; DA COSTA SILVA, E. UMA ABORDAGEM CONCEITUAL SOBRE A HISTÓRIA MILITAR E FRONTEIRAS: A GUERRA DO CHACO E A QUESTÃO LETÍCIA. Brazilian Journal of Policy and Development - ISSN: 2675-102X, v. 2, n. 2, p. 87-108, 29 jun. 2020.
Seção
Artigos